28 de mai de 2011

Recomposição - o caso dos pseudoprefixos



Olá! Ainda muito frio, não tá?

Pois é, estamos aqui agora para mais um capítulo do livro de morfologia. Não se esqueça de ser simpático e sorrir para os seus fãs... =)

A recomposição surgiu para definir um processo de formação de palavras que não se caracteriza nem pela composição e nem pela derivação. A recomposição nomeia o processo de formação de palavras quando são utilizados os pseudoprefixos. Na categoria dos pseudoprefixos não há ocorrência dos radicais eruditos; é bom que se deixe claro. Nas tabelas de radicais gregos e latinos, devem ser subtraídos os prefixos puros (propriamente ditos) e os famosos radicais eruditos. O que sobrar formará uma categoria de radicais independentes. Falemos sobre eles.

Sabe-se da existência dos radicais latinos e gregos. Alguns desses radicais foram incorporados ao português de tal maneira que acabaram ganhando um sentido complexo.

É o caso de auto (do grego autós = por si mesmo, próprio). Sendo assim, as palavras compostas por esse radical carregam o sentido do mesmo como sendo uma unidade lexical dominante na composição semântica.

autodidata – automóvel – autógrafo

O radical de origem grega auto é, portanto um pseudoprefixo.

Atentemos para o fenômeno de posse semântica. Tais radicais (pseudoprefixos ou prefixoides) assumem a carga mais importante do lexema.
Enumeram-se as características dos pseudoprefixos:

1 - apresentam considerável independência lexical.

2 - trazem aos falantes da língua uma significação aceitável e delimitada.

3 - fazem com que o significado que carregam sozinhos se encarregue da quase totalidade da palavra recomposta.

4 - são menos usuais se comparados horizontalmente com os prefixos puros.

Veremos alguns exemplos de alguns principais radicais da categoria dos pseudoprefixos. Perceba que, enquanto você lê cada um, muitas palavras particulares vêm à sua mente. É esse o principal fenômeno causado pelos pseudoprefixos. Por carregarem uma grande carga de significação, muitas palavras e muitos significados são atraídos apenas por lermos os radicais abaixo. Observe o quanto é interessante.

aero-

astro-

auto-

bio-

cine-

electro-

fono-

foto-

hetero-

hidro-

inter-

micro-

mono-

moto-

pseudo-

radio-

semi-

tele-

termo-


Muito bom! É isso por agora.

A próxima matéria da sala de morfologia será composta por ABREVIAÇÃO VOCABULAR, ONOMATOPEIA e HIBRIDISMO.

Após essas, adivinhem, começaremos as classificações das palavras. Vai ser uma novela!

Até lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário