24 de abr de 2011

Encontros consonantais


Olá!

Continuemos as discussões. Hoje serão os encontros consonantais.

Levante cedo, pegue o violão e a viola, coloque-os nas capas e não esqueça as passagens.


Vejamos as seguintes palavras:

amorsapato – tecido – tudo

Percebemos que nelas há uma regularidade sequencial do tipo vogal-consoante-vogal-consoante...

Nenhuma vogal encontra outra vogal, assim como nenhuma consoante encontra outra consoante. Agora vejamos a quebra dessa regularidade nas seguintes palavras:

portão – gramática – francêslista – dragão – plano

Em diversos pontos, podemos encontrar duas consoantes seguidas. Perceba que, fazendo as divisões silábicas, elas podem aparecer na mesma sílaba (gra-má-ti-ca; fran-cês; dra-gão; pla-no) ou em sílabas diferentes (por-tão; lis-ta;). Agora adivinhe como chamamos esse encontro de consoantes... (¬.¬) Sim, ENCONTRO CONSONANTAL. (uau!)

Agora, caro amigo, amiga, peço que não considere encontro consonantal os encontros rr, ss, ch, lh e nh. Vou explicar: um encontro consonantal é um encontro de consoantes; veja bem, CONSOANTES, no plural.
Uma consoante é um único SOM que soa com outro som. Se for um encontro de consoantes, significa que, obrigatoriamente, deve haver mais de um som para soar com um terceiro (som, nos nossos estudos, é o fonema, lembra?).
E se há mais de um som, os encontros rr, ss, ch, lh e nh, portanto, não são encontros consonantais porque produzem apenas um (1) fonema (um som); entendeu? É aquela velha história: “Fonema não é letra!”.
E nesta situação têm-se duas letras representando uma só consoante. Acabamos de nos introduzir no estudo dos dígrafos. Veremos mais sobre eles na próxima matéria aqui da sala de fonética, tudo bem?

Para concluir, passo uma tarefa: quando vir alguma palavra que tenha letras que representem fonemas consonantais seguidas, analise se estão produzindo realmente dois fonemas consonantais. Se sim, você terá encontrado um encontro consonantal legítimo; se não, se as duas letras representarem um único fonema, não há encontro consonantal, mas sim DÍGRAFO, nossa próxima matéria desta sala.

Tudo certo?

Fácil, né?

Saudações normativas e desprovidas de estereótipos!

Fagner

2 comentários:

  1. tava proucurando um jeito fácil de aprender essa matéria e acabei nesse site. QUE EXPLICAÇÃO MAIS MARAVILHOSA MDS <3
    Parabéns e obrigadaaaa!

    ResponderExcluir